• English
  • Português
tour eiffel paris france sofia chang

Um fim de semana em Paris

“Eu não tenho vontade de ir a Paris, não tenho curiosidade, sei lá, só iria se alguém pagasse pra mim, haha”, eu dizia toda vez que alguém me perguntava se eu já tinha ido a Paris, já que estou morando na Europa e tal. Mas lá estava eu, no dia 20 de maio, descendo de um ônibus na estação Porte Maillot, às 8 da manhã, com cara de zumbi, depois de passar uma noite viajando.

De repente, um humano pula do nada do meu lado e me abraça. Um dos meus melhores amigos do colégio, o Leroy, a quem eu devo muito. Eu sabia que eu ‘tava precisando ficar perto de pessoas familiares e amigas, mas, meudeusdocéu, eu não sabia do tanto que eu precisava disso até abraçar o Leroy.

Então, eu estava em Paris. Mas não exatamente porque era Paris, mas mais por conta do amigo que eu queria tanto ver. O Leroy se mudou do Brasil no ano passado para estudar na Alemanha e, do nada, eu fiquei sem os nossos encontros semanais para um café e um papo cabeça.

“Você está em Paris, então, onde quer ir?”, ele perguntou. Que pergunta pra se fazer pra uma Sofia meio zumbi e morrendo de fome, né? “Qualquer lugar com comida”, duh.

Fomos andando. Logo, chegamos no tal Arco do Triunfo. MEUDEUS, O ARCO DO TRIUNFO, um trem que eu nunca pensei em ver na vida!

– Você quer tirar uma selfie?

– Nah, eu tô bem, só quero comer. Mas até que é bonitinho, né?

– LÓGICO, é um monumento majestoso que foi comissionado pelo Napoleão depois da vitória de Austerlitz. Como que você fala que “é bonitinho”, é um símbolo importante, *insira um blá-blá-blá eterno sobre história francesa aqui*.

Então, a coisa com o Leroy é que ele não só é um profundo conhecedor de História e Geopolítica, mas ele também tem uma obsessão com a França. O idioma, a cultura, a comida, a história, tudo. Ele tinha mil fatos aleatórios sobre cada canto que fomos em Paris. Ah, fulano foi esfaqueado aqui, tal político passou uma semana naquele hotel, esta outra coisa aconteceu em 1985, a prefeita atual tá fazendo tal coisa…

Atravessamos o Arco e começamos a descer a Avenida Champs-Élysées. *insira a musiquinha aqui* TODOS. OS. CAFÉS. OFERECENDO. CAFÉ. DA. MANHÃ. GOSTOSO. E. BARATO. AAAAAAAAAAAA. Foi aí que a ficha caiu – MEUDEUS, eu tô em Paris!!!! COMIDA GOSTOSA E CAFÉS BONITINHOS E O LEROY, COMO LIDAR. 

Eu nem sei como que escolhemos um café onde comer, já que tinha trocentas opções disponíveis, haha. Só sei que nós sentamos, pedimos café da manhã para dois, comemos um pãozinho gostoso, um croissant gostoso, tinha suco de laranja natural e feito na hora (raridade aqui na Europa) e um café decente… E nós conversamos. Por mais de três horas. E o garçom não fez nada pra nos enxotar de lá!!! Na verdade, ele foi tão simpático! Eu fui preparada pra lidar com o ~famoso tratamento grosseiro dos franceses~, mas, nah, o garçom foi mega simpático, queria saber de onde éramos, o que estávamos fazendo em Paris, o que estudávamos, blá-blá-blá.

Passamos o sábado e o domingo explorando ruazinhas parisienses, pegamos o metrô trocentas vezes pra irmos a lugares diferentes, mas o que mais fizemos foi sentar na grama pra um piquenique, conversar, ouvir música, cochilar e ler. Eu acho que esse é o tipo de coisa que dá pra fazer em qualquer lugar, só que fizemos do lado da Torre Eiffel, no Jardim de Luxemburgo, do lado do Trocadéro… etc. Nós também abraçamos um Golden Retriever gigante que tava brincando perto da gente num parque (aqui) e, aaaaaa, como eu tava muito necessitada de abraços caninos ♡.

Na noite de sábado, fui conhecer um migo do twitter, o Seb (@Far0s). Ele mora em Paris há alguns anos, então já sabia onde achar comida gostosa, o que é sempre Prioridade Número Um, né, haha. Nos encontramos perto da estação Saint-Michel, região cheia de ruazinhas com mil restaurantes, e jantamos por lá mesmo. Obrigada por ter tirado um tempinho do seu fim de semana pra me mostrar onde achar comida boa, Seb!

Na segunda-feira, outro encontro agradável – almoço com minha professora de literatura favorita do colégio. Poucos dias antes de eu ir a Paris, ela havia postado no Facebook que estava estudando por lá, então Leroy e eu entramos e contato e marcamos um encontro. Yay. Ela era (é!!!) uma professora brilhante, responsável pelo meu amor por vários romances e pela língua portuguesa, haha. Enfim.

Nós três fomos almoçar num restaurante perto do Jardim de Luxemburgo, e de lá fomos pra Montmartre, onde fica a Basílica de Sacré Cœur. Conversamos sobre o colégio, política, estudos, a vida…É tão bom poder conversar com alguém que você sempre admirou e respeitou muito depois de anos sem ver a pessoa, né? Sempre serei grata por ter sido aluna dela.

Na noite de segunda, já estava voltando para a Haia.

Acho que se fosse pra descrever o meu fim de semana em Paris com uma palavra, eu diria que ele foi maravilhoso.

Todos os pensamentos ansiosos que estavam me corroendo por dentro desapareceram. Todo o estresse me dando enxaquecas insanas, também. Ver pessoas que eu amo, pessoas “de casa”, fez meu ansioso coraçãozinho voltar ao normal. Ninguém foi grosseiro com a gente. Nós podíamos sentar em cafés ou restaurantes por horas, conversando e apreciando a comida, sem ficar com a sensação de que será que esse garçom tá tentando enxotar a gente daqui? Todo mundo foi très sympathique. Talvez tenha sido porque não chegamos impondo o ‘nosso’ inglês a ninguém, então fomos tratados com o maior respeito do mundo. Não sei.

Só sei que necessito de mais dias como os dias que passei em Paris. E que sou eternamente grata por todas as pessoas que existem na minha vida, pelas conversas maravilhosas, por tudo que aprendo com elas, e por elas estarem sempre ao meu lado, ainda mais neste continente esquisito. Ah, e muito obrigada, Leroy. Paris não teria sido tão maravilhosa se não fosse por você ♡

arc de triomphe paris france sofia changArco do Triunfopetit déjeuner paris france sofia changCafé da manhããã
jardin des tuileries paris france sofia changJardins das Tulheriasjardin des tuileries paris france sofia changJardins das Tulherias – vista do Obelisco de Lúxor.jardin des tuileries paris france sofia changJardins das Tulheriasjardin des tuileries paris france sofia chang 2Jardins das Tulheriasmusee du louvre paris france sofia changporte des lions paris france sofia changparis france streets sofia chang 2tour eiffel paris france sofia chang 2paris france view bridge sofia changpatrick blanc vertical garden paris france sofia changJardim Vertical Patrick Blanctrocadero paris france sofia changTrocadeirometro paris france sofia changpont alexandre iii paris france sofia changPonte Alexandre IIIparis france streets sofia chang 3montmartre paris france sofia changExplorando Montmartresacre coeur paris france sofia changBasílica de Sacré-Cœur

Este slideshow necessita de JavaScript.

Explorando La Défenseleroy napping paris france sofia changLeroy cochilando 😛sofia chang paris france jardin du luxembourgJardim de Luxemburgo
paris france streets sofia changExplorando Parisleroy sofia chang jardin du luxembourg paris franceTentei tirar uma selfie com o Leroy, mas ele não quis 🙁

Você já foi a Paris? Se sim, qual a sua coisa favorita na cidade? Se não, você tem vontade de ir lá? Me conta comentando aqui ou mandando um tweet pra @sofiachangx.

Previous Post

You may also like

4 Comments

  • Reply Aline

    Que sonho tudo isso! ♥️

    Eu também nunca tive muitas vontades de ir pra Paris, mas de alguns anos pra cá se tornou um sonho. E bem desse jeito – sem pressas, só curtindo a cidade e o que ela tem pra oferecer. Acho que ainda vai demorar um tempinho pra realizar haha, mas seu post me deixou com ainda mais vontade!

    22/06/2017 at 3:31 AM
    • Reply Sofia

      Acho que a melhor forma de conhecer cidades é assim, explorando aos pouquinhos, fazendo o que der na telha, com boa companhia… Adorei conhecer Paris assim, daqui pra frente só viajo desse jeito haha. Ninguém merece sair correndo pra lá e pra que nem barata tonta, conhecer mil pontos turísticos num dia só e não “sentir” a cidade, né? Ps.: obrigada pela visita <3

      27/06/2017 at 9:36 PM
  • Reply Claudia Hi

    Yeah! Agora consigo comentar aqui! hehe

    Também nunca tive muita vontade de conhecer Paris. Na verdade o único lugar que eu sempre quis ir foi pra Disney rs (e ainda não fui). Mas hoje em dia qualquer imagem já me deixa com vontade de conhecer o lugar. Acho que pra falar a verdade eu nem me importo muito com o lugar e sim com a viagem até chegar lá entende?!

    Adoro suas fotos Sofia, tanto aqui quanto no insta!
    Bjaoo

    29/06/2017 at 10:44 AM
    • Reply Sofia

      Haha, hoje em dia qualquer foto de qualquer lugar já me deixa com vontade de conhecer! Mas da forma que você disse: não me importo muito com o lugar e sim com a viagem até lá. E com as pessoas!

      Obrigada pelo carinho de sempre ♡

      20/07/2017 at 12:26 PM

    Leave a Reply